Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript!

19/02/2024

Lucifer’s Friend - Discografia.

Lucifer’s Friend foi uma banda alemã de hard rock e rock progressivo (Heavy Prog) que também incorporou frequentemente elementos do jazz e do pop em suas composições. Apesar da origem alemã e da vertente progressiva, não são classificados como integrantes da cena Krautrock.
 

O britânico John Lawton era vocalista da banda Stonewall, enquanto Peter Hecht, Dieter Horns, Peter Hesslein e Joachim Reitenbach eram membros da banda German Bonds. Os cinco músicos reuniram-se para gravar um álbum sob o nome Asterix em 1970, e mudaram posteriormente seu nome para Lucifer’s Friend. Outro grupo chamado Pink Mice era um projeto paralelo dos membros da banda de 1971 exceto por Lawton. Os primeiros álbuns foram lançados pela Vertigo Records na Europa, mas nos Estados Unidos foram lançados por uma série de pequenas gravadoras independentes (como a Billingsgate, Janus e Passport), geralmente um ano ou mais após o lançamento na Europa. Apesar das aparições na mídia e a presença de fãs, eram difícil encontrar os álbuns da banda. A banda assinou com a Elektra Records no final dos anos 1970, lançando três álbuns com um som pop mais comercial, mas para surpresa tais álbuns tiveram menos sucesso que os anteriores. 

A banda alterava seu estilo musical e influências em cada álbum. O álbum homônimo de estreia, lançado em 1970, possuía letras obscuras, guitarra pesada e um estilo de órgão influenciado por Led Zeppelin e Black Sabbath. É considerado por muitos fãs como um dos inícios do heavy metal, ao lado do álbum Paranoid da banda também britânica Black Sabbath. O segundo álbum, Where the Groupies Killed the Blues, tomou um caminho totalmente diferente, sendo mais experimental no rock progressivo e rock psicodélico, composto em sua maioria por John O’Brien Docker. O terceiro, I’m Just a Rock & Roll Singer, mostrou nova mudança de direção, com um estilo de rock popularizado por bandas como Grand Funk Railroad, com temas como a vida na estrada. Banquet apresentou composições baseadas no jazz fusion. Os primeiros quatro álbuns foram conceituais. 

Mind Exploding estabeleceu um padrão em tentar combinar o jazz de Banquet com o rock de garagem de Rock & Roll Singer, mas não foi tão bem recebido quanto os anteriores. O vocalista John Lawton deixou a banda em 1976 para juntar-se ao Uriah Heep, mas retornou em 1981 no álbum Mean Machine. Nos dois álbuns sem Lawton a banda tomou um caminho mais comercial, como mostrado em Good Time Warrior (1978) e Sneak Me In (1980). 

O álbum solo de John Lawton pela RCA Records Heartbreak (1980), era bastante parecido com o som do Lucifer’s Friend em todos os aspectos, com a formação de Sneak Me In participando como músicos convidados do projeto. A retorna oficial de Lawton em Mean Machine levou a banda novamente ao heavy metal, desta vez ao estilo de bandas como Foreigner e Bad Company. Terminaram oficialmente em 1982, mas acabaram retornando no início da década de 1990 para lançar o álbum Sumo Grip. Em 2014, os integrantes John Lawton, Dieter Horns e Peter Hesslein se juntaram para voltar as atividades com a banda na formação original, mas no lugar de Peter Hecht e Joachim Rietenback, foram substituídos por Stephan Eggert e Jogi Wichmann. Já em 2015, a banda lança a coletânea Awakening que conta com 4 músicas inéditas, sendo o primeiro trabalho da banda depois do disco Mean Machine de 1981, e o primeiro a ser lançado pela gravadora própria, a Lucifer´s Records. Com esse resultado, a banda lançaria depois os discos Live @ Sweden Rock em 2016, Too Late To Hate em 2017, e Black Moon em 2019. Texto: Wikipédia.

Integrantes.
 
John Lawton (Vocais, 1970-1976, 1981-1982, 2014-2020, R.I.P 2021)
Peter Hesslein (Guitarra, 1970-1982, 2014-2020)
Dieter Horns (Baixo, 1970-1982, 2014-2020, R.I.P 2020)
Joachim "Addi" Rietenbach (Bateria, 1970-1974, R.I.P 1974)
Peter Hecht (Teclados, 1970-1982)
Herbert Bornhold (Bateria, 1974-1982)
Mike Starrs (Vocais, 1977-1981)
Stephan Eggert (Bateria, 2014-2020)
Jogi Wichmann (Teclados, 2014-2020)



Bitrate: 192Kbps.
 
Álbuns.

Lucifer’s Friend (1970)
01. Ride the Sky
02. Every Body’s Clown
03. Keep Goin’
04. Toxic Shadows
05. Free Baby
06. Baby You’re a Liar
07. In the Time of a Job When Mammon was a Yippie
08. Lucifer’s Friend
 
Bonus Tracks.
09. Rock 'N' Roll Singer
10. Satyr's Dance
11. Horla
12. Our World Is a Rock 'N' Roll Band
13. Alpenrosen
 

Where The Groupies Killed The Blues (1972)
01. Hobo
02. Rose on the Vine
03. Mother
04. ….Where the Groupies Killed the Blues
05. Prince of Darkness
06. Delirium
07. No Reason Or Rhyme Burning Ships
 


I’m Just a Rock & Roll Singer (1973)
01. Groovin’ Stone
02. Closed Curtains
03. Born on the Run
04. Blind Freedom
05. Rock ‘N’ Roll Singer
06. Lonely City Days
07. Mary’s Breakdown
08. Song for Louie
 


Banquet (1974)
01. Spanish Galleon
02. Thus Spoke Oberon
03. High Flying Lady-Goodbye
04. Sorrow
05. Dirty Old Town
 


Mind Exploding (1976)
01. Moonshine Rider
02. Blind Boy
03. Broken Toys
04. Fugitive
05. Natural Born Mover
06. Free Hooker
07. Yesterdays Ideals
 

Opção 1. Opção 2.

Good Time Warrior (1978)
01. Old Man Roller
02. Meet You in L.A.
03. My Love
04. Good Times
05. Little Dancer
06. Sweet Little Lady
07. Gaamblin’ Man
08. Warriors
 


Sneak Me In (1980)
01. Goodbye Girls
02. Sneak Me In
03. Foxy Lady
04. Love Hymn
05. Stardancer
06. Indian Summer
07. Don’t You Know What I Like
08. Cosmic Crusader
 


Mean Machine (1981)
01. One Way Street to Heartbreak
02. Hey Driver
03. Fire and Rain
04. Mean Machine
05. Cool Hand Killer
06. Action
07. Born to the City
08. One Night Sensation
09. Let Me Down Slow
10. Bye Bye Sadie
 


Sumo Grip (1994)
01. Get In (Instrumental)
02. Heartbreaker
03. One Way Ticket To Hell
04. Don’t Look Back
05. You Touched Me …
06. Cadillac
07. Step By Step
08. Rebound
09. Sumogrip (Instrumental)
10. Sheree
11. Back In The Track
12. Banzai (Instrumental)
13. Any Day Now
14. Ride The Sky (LF Classic)
15. Free Me (Heep Classic)
16. Get Out (Instrumental)
17. You Touched Me With Your Heart (Bonus Track, Longer Version)
 

Opção 1. Opção 2.

Awakening (2015)
01. Ride the Sky
02. In the Time of Job
03. Keep Going
04. Toxic Shadows
05. Burning Ships
06. Fugitive
07. Moonshine Rider
08. Dirty Old Town
09. Fire and Rain
10. Hey Driver
(New Studio Recordings)
11. Pray
12. Riding High
13. Did You Ever
14. This Road


Opção 1. Opção 2.

Live At Rockpalast, 1978 (2015)
01. Moonshine Rider (9:02)
02. Sweet Little Lady (4:55)
03. Burning Ships (6:43)
04. Fugitive (7:22)
05. Warriors (10:46)
06. Good Times (5:18)
07. Ride the Sky (5:00)
08. Rock 'N' Roll Singer (13:10)
09. Natural Born Mover (5:08)


Opção 1. Opção 2.

Live At Sweden Rock 2015 (2016)
01. Intro - Awakening
02. Pray
03. Fire and Rain
04. In the Time of Job
05. Keep Going
06. Hey Driver
07. Riding High
08. Moonshine Rider
09. Did You Ever
10. Burning Ships
11. Ride the Sky
12. High Flying Lady


Opção 1. Opção 2.

Too Late To Hate (2016)
01. Demolition Man
02. Jokers & Fools
03. When Children Cry
04. Straight for the Heart
05. Tell Me Why
06. Don’t Talk to Strangers
07. I Will Be There
08. This Time
09. Tears
10. Sea of Promises
11. Brothers Without a Name
12. When You’re Gone (Live)


Opção 1. Opção 2.

Black Moon (2019)
01. Black Moon
02. Passengers
03. Rolling The Stone
04. Behind The Smile
05. Palace Of Fools
06. Call The Captain
07. Little Man
08. Freedom
09. Taking It To The Edge
10. Glory Days
 
 
 
Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: alex.classicrock@yahoo.com.br

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário