Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript!

20/08/2023

Head Machine - Orgasm (1970)

Considerado por muitos como uma espécie de pré- Uriah Heep, o Head Machine foi um projeto liderado pelo tecladista Ken Hensley que durou pouquíssimo tempo e lançou apenas um disco, Orgasm, em 1970.

Em 1965, o jovem Ken, até então um entusiasta da soul music, perdeu o interesse pelo estilo e resolveu montar uma banda que explorasse a sua nova paixão, o rock. Ao lado de Mick Taylor (que mais tarde substituiria Brian Jones nos Rolling Stones), Hensley montou o The Gods, que contaria em sua formação com jovens músicos que se consagrariam alguns anos mais tarde, como Greg Lake (King Crimson e ELP), Paul Newton (Uriah Heep), Lee Kerslake (Uriah Heep) e John Glascok (Jethro Tull).

Em 1968 o The Gods assinou com a Columbia e lançou dois discos (Genesis naquele mesmo ano e To Samuel a Son em 1970), encerrando as suas atividades quando Greg Lake deixou a banda para se juntar ao Spice.

Mantendo a mesma formação mas investindo em um som mais progressivo, o The Gods mudou de nome e passou a se chamar Toe Fat. O grupo gravou dois álbuns (Toe Fat em 1970 e Toe Fat Two em 1971). Foi nessa época de transição, entre a saída de Hensley do Toe Fat e a sua entrada no Uriah Heep, que o tecladista reuniu alguns brothers e gravou o primeiro e único disco do Head Machine.

Orgasm foi lançado em 1970 com duas capas diferentes. A original, com uma concha aberta fazendo uma metáfora visual com o órgão sexual feminino, e outra, mais comportada, toda preta e com um símbolo similar ao logo do clássico selo Vertigo no centro. Suas sete faixas apresentam um hard rock com alguns elementos de rock progressivo, antecipando o que o Uriah Heep faria durante os anos setenta. Entre elas, as minhas preferidas são “Climax – You Tried to Take It All”, “You Must Come With Me”, “Orgasm” (com um baita riff de guitarra de Ken) e “Scattering Seeds”, outra onde o destaque é a guitarra de Hensley. Aliás, o Head Machine prova o quanto, mesmo sendo merecidamente reconhecido como um dos grandes tecladistas da história do rock, Ken Hensley era também um ótimo vocalista e guitarrista, além de excelente compositor.

Aos interessados, Orgasm ganhou uma belíssima reedição em digipack em 2006 a cargo da gravadora alemã Buy or Die (Cat# BOD 130), além de uma edição limitada em vinil de 180 gramas pela Tapestry. As duas são extremamente recomendadas não só para os fãs de Ken Hensley e do Uriah Heep, mas sobretudo para quem curte um bom hard setentista. Texto: Ricardo Seelig.

Integrantes.

Ken Leslie (Ken Hensley) (Órgão, Piano, Guitarra, Vocais)
John Leadhen (John Glasscock) Baixo, Vocais)
Brian & Lee Poole (Brian Glasscodk & Lee Kerslake) (Bateria)
Mike Road (?) (Percussão)
 
01. Climax - You Tried To Take It All
02. Make The Feeling Last
03. You Must Come With Me
04. The Girl Who Loved, The Girl Who Loved
05. Orgasm
06. The First Time
07. Scattering Seeds

 
(320Kbps)

Opção 1.

Opção 2.
 
 
Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: alex.classicrock@yahoo.com.br

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.

Nenhum comentário :

Postar um comentário